Publicado em 13 de setembro de 2018 às 11:27

“Desvendar 4.0” aponta alternativas para empresas se tornarem mais inovadoras e competitivas

Quando o computador começou a ser amplamente utilizado pelos brasileiros, por volta dos anos 2000, ninguém imaginava que ele poderia ser facilmente carregado nos bolsos, como acontece hoje com os smartphones, que mudaram a forma das pessoas se comunicarem e produzirem. Foi com essa reflexão que o analista do NIT (Núcleo de Inovação e Tecnologia) do Senai, Carlos Eduardo Alves Cordeiro, iniciou a palestra “Desvendar 4.0”, realizada na noite de ontem (12/09) como parte da programação da Olimpíada do Conhecimento, que começou na segunda-feira (10/09) e prossegue até amanhã (14/09) no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande (MS).

“O celular é só um exemplo de inovação que impactou a sociedade, mas existem diversas outras que integram a Indústria 4.0 e faz parte dessa Revolução Tecnológica que começou na Alemanha e nós estamos vivenciando aqui no Brasil. Essas tecnologias já estão causando movimentações no mercado e ele tende a se movimentar ainda mais por conta dessas novas tecnologias. Então é fundamental que a sociedade se prepare para essa nova realidade”, afirmou Carlos Eduardo Cordeiro.

Ainda conforme o palestrante, o Brasil ocupa o espaço da indústria nascente, isso significa que já existem empresas brasileiras que trabalham com tecnologias bastante avançadas, mas também que muitas delas ainda desconhecem essas inovações. “Para se ter uma ideia, o Brasil ocupa, segundo o Relatório Global de Competitividade, o 80º lugar no ranking de produtividade entre 137 países. Isso significa que precisamos aplicar melhor as tecnologias para melhorar nossa produtividade e, consequentemente, a nossa competitividade”, completou.

Nesse sentido, Carlos Eduardo Cordeiro apresentou o Senai como uma instituição que oferece soluções para as empresas buscarem melhorar sua produtividade reduzindo os custos. “Basicamente temos quatro passos para entrar na Indústria 4.0: processos produtivos mais enxutos, qualificação dos trabalhadores, inserção de tecnologias de baixo custo e investimentos em pesquisa e inovação. O Senai está de portas abertas para quem quiser conhecer melhor nosso portfólio”, finalizou.

Repercussão

Na avaliação do empresário Edson Roberto Veratti, a palestra foi importante para despertar o público empresarial para essa necessidade de se atualizar com relação às novas tecnologias. “Essa Revolução Tecnológica chegou a todos os setores. Na minha rede de supermercados, já temos em duas unidades com etiquetas eletrônicas, em que um único funcionário altera os valores de cerca de 5 mil produtos com um clique. Isso é apenas uma das tecnologias que já implantamos e sei que só por isso não podemos nos acomodar”, comentou.

Já a professora da Rede Municipal de Ensino, Lourimar Teresinha Brandão, destacou a importância de levar o conhecimento sobre Indústria 4.0 também para estudantes. “Os nossos alunos são os profissionais do futuro e precisam ser preparados desde cedo para esse mercado de trabalho, sendo incentivados a pesquisar e inovar cada vez mais”, salientou.

Serviço – A Olimpíada do Conhecimento é realizada no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, na Avenida Mato Grosso, 5.017, Bairro Carandá Bosque, Campo Grande (MS), das 13 às 21 horas, com entrada franca

 

Leia mais no site www.fiems.com.br ou pelo link http://www.fiems.com.br/noticias/desvendar-4-0-aponta-alternativas-para-empresas-se-tornarem-mais-inovadoras-e-competitivas/27126

Veja também

Coworking inspirado no porto de Salvador recebe tratamento acústico decorativo da Trisoft Projeto assinado por arquiteta e designer de interiores traz reflexões sobre o transporte de culturas e historicidade que transitam a Baía de Todos os Santos Fonte: Trisoft A Trisoft, maior empresa da América Latina em produção de itens derivados de fibras de garrafas PET, firmou parceria com a arquiteta e design de interiores Thais Vaz, que desenvolveu um coworking inspirado na cultura baiana. Com os elementos acústicos fornecidos pela Trisoft, a profissional combinou uma junção de estruturas metálicas e o concreto, aliados ao uso de cores que remetem aos contêineres, conferindo-lhe padrões para um mobiliário que propõe romper a formalidade dos ambientes de trabalho. Intitulado pela arquiteta como “Doca 31”, o espaço transfere sofisticação e modernidade, por meio de um ambiente que contempla aconchego e acolhimento, estimulando a interação com o espaço através de condições sensoriais que geram relações, conforto e criatividade. Os produtos Trisoft presentes neste ambiente são as Nuvens Decor, Baffles Decor e Revest Frame Decor – confira detalhes abaixo. Nuvem Decor Trisoft As nuvens acústicas são painéis acústicos que aliam alta performance, beleza e leveza aos ambientes. São elementos suspensos que absorvem duas vezes mais os ruídos, podem ser aplicados em quaisquer tipos de ambientes, e contribuem com a estética dos espaços aéreos dos projetos de arquitetura. Os produtos oferecem segurança, são 100% recicláveis, fabricados com lã de PET, não mofam com a umidade, atuam como isolante acústico, fáceis de transportar e instalar, resistentes ao fogo e autoextinguível (Classificação II-A IT 10 do Corpo de Bombeiros), e podem ser aplicados em quaisquer tipos de ambientes internos. BafflesDecor Trisoft Aliam beleza, funcionalidade e versatilidade em projetos de design de interior. São elementos suspensos que absorvem duas vezes mais os ruídos. Produzidos em lã de PET, são indicados para ambientes que necessitam de tratamento acústico como restaurantes, praças de alimentação, shopping centers, salas de aula, salas comerciais, saguões de hotel, salões de aeroportos, etc. Devem ser aplicados abaixo do forro, verticalmente, através de cabos reguláveis respeitando as indicações do projeto acústico, em ambientes internos. Os produtos oferecem segurança, são 100% recicláveis, fabricados com lã de PET, não mofam com a umidade, atuam como isolante acústico, fáceis de transportar e instalar, resistentes ao fogo e autoextinguível (Classificação II-A IT 10 do Corpo de Bombeiros). Revest Frame Decor Indicado para revestimentos de paredes melhoram a inteligibilidade do som, reduzindo a reverberação no ambiente. A junta seca dos painéis proporciona ótimo acabamento estético, ideal para quem busca flexibilidade de projeto e personalização de ambientes. Além da absorção sonora o Revest Frame também contribui como elemento decorativo, em diversas cores, com opções lisas e estampadas. São resistentes ao fogo e autoextinguível (Classificação II-A IT 10 do Corpo de Bombeiros), e podem ser aplicados em quaisquer tipos de ambientes internos. SAC Trisoft:+55 (11) 4143-7900| www.trisoft.com.br

06/11/2018

Comentários